Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

{latest}

Brasil: PT divulga nota comemorando vitória eleitoral de ditador da Nicarágua, que prendeu concorrentes

  As eleições na Nicarágua tiveram um desfecho nesta segunda-feira (8).  Pela quarta vez consecutiva, o ditador Daniel Ortega venceu a dispu...

 


As eleições na Nicarágua tiveram um desfecho nesta segunda-feira (8). 

Pela quarta vez consecutiva, o ditador Daniel Ortega venceu a disputa para presidente, com 75% dos votos. Desde 2007 no poder, terá mais cinco anos como chefe do Executivo, sendo o representante da Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) e tendo sua esposa, Rosario Murillo, como vice. 

No Brasil, o Partido dos Trabalhadores (PT) celebrou a vitória do candidato, divulgando uma nota em homenagem e definindo a eleição como “uma grande manifestação popular e democrática”.

Antes das eleições, 7 pré-candidatos foram detidos por Ortega, para que não pudessem concorrer ao cargo. 
O que fez com que Daniel, que aparecia apenas com 19% dos votos nas pesquisas eleitorais, vencesse de uma forma dominante. 
Em segundo lugar, ficou um candidato apontado como colaborador do governo, Walter Espinoza, com 14,4% dos votos.
Leia a nota do PT na íntegra:
“O Partido dos Trabalhadores (PT) saúda as eleições nicaraguenses realizadas neste domingo, 7 de novembro, em uma grande manifestação popular e democrática deste país irmão.
Os resultados preliminares, que apontam para a reeleição de Daniel Ortega e Rosario Murillo, da FSLN, confirmam o apoio da população a um projeto político que tem como principal objetivo a construção de um país socialmente justo e igualitário.
Esta vitória será conquistada apesar das diversas tentativas de desestabilização do governo e do bloqueio internacional contra a Nicarágua e seu atual governo, uma situação que penaliza principalmente os mais pobres e necessitados.
Esperamos seguir com a FSLN neste caminho de construção de uma América Latina e Caribe livres e soberanos, uma região de paz e democracia social que possa servir de exemplo para todo o mundo.
Romenio Pereira
Secretário de Relações Internacionais”.

Nenhum comentário